Falência de empresas em crescimento

By 15 de agosto de 2018Falência de empresas

Um dos maiores paradoxos que existe no mundo dos negócios é a tendência de falência de empresas em crescimento, que estão ampliando suas atividades, almejando a conquista de novos clientes, aumentando a equipe, investindo em inovação tecnológica, entre outras medidas e ações tomadas para o negócio alavancar ainda mais.

Porém, o crescimento não significa o mesmo que prosperar. Existe um índice elevado de falência de empresas em crescimento, já que diversas armadilhas sutis podem se apresentar no caminho do empreendedor que está expandindo o negócio.

Cuidados com o crescimento do negócio

As empresas que estão em pleno crescimento costumam apresentar um ótimo resultado financeiro mensal, porém os gestores dificilmente percebem onde está o capital de giro. Mesmo aumentando a cartela de clientes, fechando novos contratos e realizando diversas vendas, a falência de empresas em crescimento está diretamente ligada à falta de capital de giro. E isso pode acontecer com boas empresas e companhias sólidas, que estão aproveitando o cenário de economia aquecida.

Na falta de capital de giro, diversos empresários costumam aumentar as vendas para gerar novos negócios. Porém, nem sempre essa é a melhor solução e pode levar à falência da empresa em crescimento.

Nesse caso, a solução pode estar em outro sentido, uma vez que o próprio crescimento da empresa está se tornando um problema. Um exemplo muito comum está nas empresas que realizam diversas promoções para aumentarem as vendas, conquistam capital de giro, porém não possuem margem suficiente para manter as despesas fixas. Neste caso, vender mais não significa realizar boas vendas!

Investir é necessário para crescer

Outro problema que pode levar à falência de empresas em crescimento é o investimento necessário para a expansão do negócio. Para aumentar a capacidade de produção ou de atendimento, diversos empresários gastam toda a reserva financeira ou pegam empréstimos para comprar novas ferramentas, ampliar o espaço de trabalho, investir em cursos de capacitação, entre outros gastos. O gasto financeiro deve ser muito bem planejado, caso contrário, além de não crescer, a empresa pode se afundar em dívidas.

Crescimento e controle do estoque

Empresas que trabalham com produtos que precisam ficar estocados também enfrentam dificuldade na hora de ampliar suas atividades. O primeiro desafio está em ampliar a capacidade de armazenamento do estoque, como aquisição de câmaras frias, ambiente climatizado, entre outros.

O controle dos prazos de validade do estoque de produtos perecíveis também pode ser complicado. É preciso tomar cuidado para que os produtos não fiquem parados além do planejado. O ideal é não comprar mais do que a capacidade de venda por causa dos descontos obtidos. Neste caso, é recomendável procurar por fornecedores que sejam mais maleáveis quanto ao recebimento do pagamento pela mercadoria.

É preciso saber onde está investido o capital da empresa

A falência de empresas em crescimento acontece em cenários parecidos com estes, no qual a empresa fica sem fluxo de caixa em decorrência da sua própria expansão. Neste caso, é preciso identificar onde o dinheiro foi investido e realizar um cálculo financeiro criterioso, com a finalidade de diminuir o impacto no fluxo de caixa. Obviamente, a melhor escolha é fazer um planejamento correto antes de buscar o crescimento de forma desordenada.

Quando o investimento já foi realizado, as empresas em crescimento podem estar com dificuldades por causa de dívidas com bancos, títulos a receber, fornecedores, gastos excessivos com estoque, folha de pagamento, ampliação da estrutura física, entre outras possibilidades.

Ajuda profissional para impedir a falência de empresas em crescimento

A Bumachar Advogados Associados é especializada em direito empresarial e oferece todo o suporte para empresas que estão ampliando suas atividades, mas que correm o risco de falência. É preciso identificar as falhas cometidas e traçar estratégias de ação de curto, médio e longo prazo para restabelecer a saúde financeira do negócio.

Leave a Reply